Superando a Ansiedade – Futilidades

Apegas-te, muitas vezes, à futilidade, por ausência de bens morais, muito mais difíceis de adquirir do que o fato de nos dirigir a uma loja de conveniência para comprarmos produtos que preencham momentaneamente o nosso ego, para logo após nos descobrirmos no infinito vazio de nós mesmos.
Olhamos o mundo lá fora, o silêncio que avança noite a dentro, e buscamos as futilidades na televisão, a fim de distrairmos o eu solitário.

E assim, na substituição constante dos anseios, caminhamos carregando a vida ou deixando-nos levar por ela, como nau à matroca, esquecendo-nos de que deveremos ter o comando da nossa reencarnação, fincado na responsabilidade com amor, para logo mais, quando colhidos pela desencarnação, sermos chamados a avaliar o trajeto cumprido, sem medo de enfrentamento.

É hora de interiorizar as nossas preocupações, de ficar a sós conosco, para nos conhecermos em profundidade, de atender às carências da própria alma, de não ter medo de levantar questionamentos necessários ao nosso despertar e de seguir resolutos, rumo à evolução.
Não tarda o instante em que o presente já se foi e, Superando a Ansiedade se apenas cultivarmos satisfações momentâneas, nos encontraremos vazios de realizações que possam seguir conosco no mundo da alma imperecível.

Oremos para encontrarmos forças de enfrentar as lutas que surgirão na certeza de que delas dependerá a nossa reeducação, motivo primordial da estada na Terra, a fim de que, desprendidos da vida física, possamos regressar plenos pelas conquistas atingidas.

.

Superando a Ansiedade

Eulália Bueno – Editora EME